7 de fevereiro de 2011

Doação de sangue vira samba enredo no Pará

“Doe, doe, doe. Que maravilha é você doar.Esse povão que se encontra na avenida, doando sangue vai salvar milhões de vida”.É o refrão do samba enredo do Grêmio Recreativo Cultural Carnavalesco Bloco “Sapo Muiraquitã”, que levará a solidariedade de salvar vidas para o desfile oficial dos blocos do Grupo A da prefeitura de Belém, neste carnaval. Há 12 anos, a agremiação escolhe temas de incentivo à responsablidade social.
O bloco deve levar cerca de 800 brincantes à Aldeia Amazônica, onde desfilarão alas com as mais diversas abordagens sobre doação de sangue, de medula óssea e de outros órgãos como coração, córnea e fígado. Em reunião com a gerência de Captação de Doadores (GECAD) e Assessoria de Imprensa do hemopa, o vice presidente do bloco, Francisco Pereira, mais conhecido como “Pereira PP” e o compositor Pedrinho da Silva, o objetivo da agremiação é incentivar ato solidário nos foliões e a população e geral. ‘Usamos o carnaval, a arte e a criatividade para sensibilizar as pessoas”, comentaram.
Segundo Francico PP outra marca registrada do ‘Sapo Muiraquitã” é a reutilização da maior parte das fantasias, tendo em vista a comunidade carente. “Costumamos aproveitar a maior parte das fantasias como camisetas e outros acessórios”, admitiu, revelando ainda a necessidade de evitar desperdícios dos recursos públicos com temas que não agregam nada à sociedade. Para ele, a associação de iniciativas de preservação socioambientais é fundamental para o crescimento das pessoas. “Podemos nos divertir, educando ou incentivando ações de responsabilidade social”, observou Pedrinho Silva.
Para a gerente da GECAD, a assistente social Juciara Farias, a parceria irá contribuir decisivamente para a formação de novos doadores de sangue, medula e de outros órgãos. A ação complementará a campanha de doação de sangue referente ao carnaval que o hemocentro desenvolverá de 22/02 a 03/03. Ela enfatizou que os foliões que passarem o carnaval fora de Belém, poderão doar sangue ou fazer cadastro de para doação de medula óssea onde houver unidade do Hemopa no interior paraense, entre eles, nos municípios de Castanhal, Santarém, Marabá, Abaetetuba, Altamira, Tucuruí, Redenção e Capanema.
Segundo Francisco PP o samba enredo “Se dar dói. Doar não dói”, já está sendo veiculado nas rádios da cidade e com grande repercussão.
Qualquer pessoa saudável, com idade entre 18 e 65 anos e portar documento de identidade é um doador em potencial.Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis,Doença da Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada três meses e a mulher a cada dois meses. Para doar sangue não é preciso estar em jejum. O doador deve estar bem alimentado.
O Hemopa espera por você na travessa Pe. Eutíquio, 2109.Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 12h30. Maiores informações pelo fone: 08002808118 ou pelo site: www.hemopa.pa.gov.br ou pelo blog: http://fundacaohemopa.blogspot.com

1 comentários:

Ministério on 10 de fevereiro de 2011 11:20 disse...

Você sabia que muitos pacientes ainda esperam por um doador de medula compatível?
Faça parte do cadastro e incentive a doação de medula óssea. Você sabe como ajudar?

Para mais informações:comunicacao@saude.gov.br ou http://www.formspring.me/minsaude

 

Assine vc também!

Subscribe via email

Cadstre seu email:

Delivered by FeedBurner

Arquivo do blog

EnferNat Copyright © 2009 HTML by Ipietoon. Lay by Nat Viana